Caminhos da Sombra Sábia

Caminhadas nocturnas no bosque
Para Homens e Mulheres

+ info por e-mail: info@earthbodymedicine.com

Estes encontros são uma prática simples porém profunda de ecologia espiritual. Caminhar no bosque nocturno, observando com os sentidos apurados o mundo interior e exterior, o visível e o invisível, permite-nos aceder com clareza à conexão intrínseca da Alma e da Terra. Não vivemos sobre a Terra, vivemos na Terra, somos parte desta Terra Mãe viva, pulsante, somos uma gota da sua Alma. N’Ela nascemos, nela somos e a ela retornaremos.

Caminhar no bosque retorna-nos a casa, à casa do Ser e à restauração do nosso sentido de pertença a esta Terra, enquanto seus filhos e filhas e necessáriamente enquanto cuidadores da Mãe e de todas as nossas relações.

Através da caminhada meditativa, silenciosa e ritual na natureza noturna selvagem acedemos, mês a mês na ciclicidade das estações, à integração e potenciação construtiva da sombra.

As caminhadas no bosque nocturno surgem como um resgatar necessário da nossa relação direta com a Floresta Viva e a Terra de que somos parte, elevando a nossa espiritualidade de uma relação abstracta com o Sagrado a uma relação direta e concreta coma energia Divina e Pulsante da Terra Viva expressa no solo, animais, plantas, fungos, pedras, bactérias que compõem a bio-diversidade.

São também um espaço seguro para aprender passo a passo a lidar construtivamente com a Morte, a perda, o escuro, a dor, o medo, a intensidade, o não saber, o não controlar e a capacidade de permanecer com atenção plena e presença clara (estar aqui, agora) perante aquilo que nos atravessa enquanto atravessamos o (nosso) caminho.

MANIFESTO

do Caminhos da Sábia Mãe Terra Noite

A sombra.

O aspecto negro, primordial, ancião, essencial da Terra, da noite, da psyche

Estas caminhadas propõem a conexão à Grande Mãe Terra e Noite, negra e fértil, enquanto força emanente e transcendente da consciência individual e coletiva, Mãe da Luz interior e colo da consciência. Bem como ao Homem Verde e Castanho, masculino cíclico que é representa a Vida vegetal e animal, entre o sentimento e o instinto.

Reconhecendo o infinito espaço cíclico de criação – transformação – destruição – re-criação. Equilibrando o aspecto obscuro porém profundo, fértil e fecundo da Alma de Mulheres e Homens, na sua dimensão mais pura, selvagem e ao mesmo tempo contemplativa.

Tocando assim os aspectos latentes de quem somos e os terrenos desertos porém plenos de potencial das nossas facetas menos aceites, mais sombrias, mais íntimas e desafiantes.

Nestes encontros aprofundamos Escuta, Presença Sensível, Conexão, Invocação, Manifestação, Emanação e criação da Teia de Relação do Um para o Todo e do Todo para o Um. Apurando a nossa qualidade de auto-presença enquanto dádiva de quem somos a todas as nossas relações pelo alinhamento de quem Sou com o que sinto, penso e faço.

Caminhando na Terra, na noite que tece o que será o novo dia, no sonho que será a nova vida. Aquela que, como a Alma, é simultâneamente jovem iniciadora, mãe cuidadora e sábia anciã.

Lembrando a perpétua, poderosa e indestrutível porém esquecida relação do nosso corpo com a Terra da qual emana, da sacralidade do Ser e do Sentir nesta inter-conexão.

Cultivando o desapego da identidade, encarando o valor iniciático da experiência do silêncio, da observação, da humildade, da conexão, da comunicação clara e verdadeira. Integrando os aspectos do culto ctónico: que nos fala da presença resiliente das pedras e da essência estrutural imutável da consciência dentro da impermanência. Re-despertando a Mãe Negra na consciência, como Terra e noite Universal de quem todos viemos e a quem todos regressamos.

Valorizando na Terra, Corpo e Alma as qualidades alquímicas da fermentação, decomposição, fertilização, germinação, nascimento-morte-nascimento.

Para todas e todos que sintam o chamamento de uma vida plena sustentada no trabalho absoluto de si em respeito profundo a todos os seres, pela via da alquimia interior.

Os Caminhos da Sombra tiveram início no Verão de 2012, decorrendo desde então.

Acontecem maioritariamente no espaço natural do Monte da Lua e praias cercanas.

São um trabalho de desenvolvimento pessoal e conexão circular (do individual, ao comunitário, ao planetário e ao cósmico). Assentam numa prática simples porém profunda e desafiante de meditação, ampliação de consciência, abertura da intuição instintiva e qualidade de presença.

© Copyright 2019 - Earth Body Medicine | Privacy Police
Credits: Mizé Jacinto, Luís Conde e Julian Marcus | Designed by E-Quartz 
error: Content is protected !!