10
Set

MULHER

É Terra Viva Vulva Indomável É voz Segredo Feitiço Potência Sonho Fecundo Que pariu o mundo Abraço amoroso que não se nega à Morte Por todas as que não...

Ler Mais
03
Abr

FÚRIA: FÉRTIL, FERAL, FECUNDA

Hoje, Devagar, como quem canta, Coloquei o colar de ossos, caveiras alvas Com calma. Como quem carrega em si O coração da Tempestade em tumulto, Filha do raio que...

Ler Mais
09
Dez

ELA GERA SOZINHA

Ela concebe sozinha em relação , com a força brutal da erva daninha em comunhão com o chão. Ela concebe como a neve, que é densa, que é fina,...

Ler Mais
03
Dez

SENHORA DA ESTRELA

Olha a Estrela d’Alba Chama da manhã Guia do bom pastor Norteias a direcção A quem levanta o olhar, mantendo pés assentes no chão. Esquecemos que tudo e todos...

Ler Mais
19
Nov

ORÁCULO D’OSSOS

Às vezes, quando a bruma adensa a serra e cobre cada pedra, planta e casa, sinto o seu suspiro e fico suspensa. A presença inominável com que me abraça...

Ler Mais
19
Dez

SOLSTÍCIO DE INVERNO: CEGUEIRA LÚCIDA

O Solstício de Inverno tem vários nomes: Yule, Alban Arthan, Natal. Será talvez um dos mais antigos e vastos fenómenos de apropriação cultural de sempre, ou talvez seja antes...

Ler Mais
error: Content is protected !!